14 de Novembro de 2018
Docente da EPM/Unifesp é premiado por desenvolver dispositivo que facilita realização de diálise peritoneal
O prêmio Inovação Tecnológica do HIAE 2017 é uma prova da importância deste projeto para facilitar a vida dos doentes renais
Por Renato Conte

Laércio Gomes Lourenço, docente da Disciplina de Gastroenterologia Cirúrgica do Departamento de Cirurgia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp), recebeu no último dia 20 de dezembro o Prêmio Colaborador Inovador 2017.

O prêmio é concedido pelo Centro de Inovação Tecnológica (CIT) da Sociedade Israelita Albert Einstein, que é o responsável por viabilizar as propostas de inovação recebidas, desenvolvendo protótipos de baixa, média e alta fidelidade dos projetos e desenvolver as soluções junto às universidades e ou empresas para atingir o mercado, visando sempre soluções que possam mudar o sistema de saúde como um todo e não beneficiar apenas o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE).

Lourenço revela que procurou o CIT com a ideia de desenvolver um dispositivo para facilitar a introdução de cateter para realização de diálise peritoneal. “A diálise é uma forma importante de tratamento para os doentes que perderam definitivamente ou temporariamente a função renal. A diálise peritoneal é mais prática, confortável, e de baixo custo entre outras inúmeras vantagens que a diálise feita pelo sangue (hemodiálise)”, explica o docente.

Atualmente a introdução do cateter para diálise peritoneal é feita por nefrologista experiente ou cirurgião geral especializado. “O objetivo desse projeto é facilitar todo o procedimento, baixando os custos e permitindo que possa ser realizado a nível ambulatorial após um simples treinamento”, completa.
16/01/2018 12:53
Copyright ©2006-2013 - Departamento de Comunicação Institucional - Universidade Federal de São Paulo
Rua Sena Madureira, 1500 - 4º andar CEP 04021-001 - Tel.: (11) 3385-4116